Allo Consultoria - Scale-up

Dando prosseguimento ao nosso último artigo em que abordamos o conceito de incubadoras e aceleradoras, hoje vamos falar de um tema que é do interesse de todo empreendedor que deseja ver o seu negócio continuar crescendo e superando as barreiras que surgem ao longo dessa trajetória. Do que estamos falando? Do conceito de scale-up!

Talvez esse termo seja novidade para alguns, para outros, nem tanto. O fato é que esse conceito vem ganhando espaço no mercado empresarial e, acima de tudo, torna-se uma necessidade quase que indispensável. Quer saber mais sobre o assunto? Então continue a leitura deste artigo que nós da Allo Consultoria Empresarial preparamos com o objetivo de levar conhecimento a todos os empreendedores.

Imagem de capa: gpointstudio – www.freepik.com

Entendendo o conceito de scale-up

Começamos a nossa jornada do conhecimento e crescimento com a definição de scale-up. Para alguns, ao ouvir esse termo, o primeiro pensamento que vem à mente é de que se trata de uma startup, mas, nem sempre isso é verdade. O fato é que uma startup pode, ou não, ser uma scale-up, onde tudo vai depender do estágio em que esteja em suas atividades e posicionamento no mercado.

Dessa forma, o conceito de scale-up é auferido às empresas que atingiram a maturidade no mercado e que alcançaram um alto escalonamento, sempre apoiadas em soluções de inovação e uso avançado da tecnologia.

Como critérios para ser considerada uma scale-up a empresa precisa ter:

  • Crescimento de 20% ao ano nos últimos três anos;
  • Empreendedor com perfil orientado para crescimento e inovação;
  • Negócio escalonável e inovador;
  • Ter dez ou mais funcionários.

Esses critérios e recomendações para que uma empresa seja considerada uma scale-up estão presentes no Eurostat-OECD Manual on Business Demography Statistics elaborado pela OCDE — Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico.

A jornada para ser uma scale-up

Alcançar o patamar de uma scale-up é o desejo e objetivo de toda empresa, seja ela uma startup ou não. No entanto, isso requer muito planejamento, empenho e dedicação ao trabalho.

Estima-se que as empresas levam em média quatorze anos para chegarem a ser uma scale-up, mas isso não inviabiliza que a sua empresa atinja esse nível em menos tempo, principalmente, em um ambiente em que a tecnologia avança de maneira exponencial e o seu acesso se torna cada facilitado.

Vejamos algumas medidas que devem ser adotadas ao longo do tempo para que a sua empresa se torne uma scale-up:

Retorno exponencial sobre os investimentos

Analisar a viabilidade econômica de projetos e mensurar os retornos é algo fundamental para o crescimento estruturado de toda empresa, onde haverá a ponderação do custo de oportunidade e, assim, a busca por melhores soluções. Isso é imprescindível para toda empresa que deseja se tornar uma scale-up, seja ela uma startup, ou não.

Planejamento estratégico remodelado constantemente

O mercado é extremamente volátil e, com isso, as empresas necessitam acompanhar essas mudanças. Não há um caso sequer de uma empresa que seja uma scale-up sem que ela não tenha tido que se reinventar ao longo do tempo.

Nesse sentido, é fundamental remodelar o planejamento estratégico constantemente, sempre com o objetivo de traçar os objetivos de curto, médio e longo prazo de acordo com o que o mercado demanda. Além disso, esse planejamento deve cobrir os interesses dos stakeholders.

Benchmarking como ferramenta de atualização

O benchmarking é uma excelente estratégia e ferramenta para as empresas que desejam ser uma scale-up, afinal, ajuda na busca das melhores práticas de gestão que possam conduzir ao desempenho superior e aprimorado.

Nesse sentido, o benchmarking deve estar apoiado e acompanhado pela implementação e inovação tecnológica, de modo que, é impossível escalonar um negócio sem os processos de automação, gerenciamento e interpretação de dados, business intelligence e demais áreas que são apoiadas pela tecnologia.

Conte com uma aceleradora

Como dissemos no nosso artigo “Papo de startups: entenda os conceitos de incubadoras e aceleradoras”, se uma empresa já passou pela fase de estruturação e deseja se destacar no mercado até chegar ao nível de ser uma scale-up, é fundamental contar com o apoio de uma aceleradora.

Com a reunião de insights, apoio de uma mentoria disponibilizada por investidores experientes, o engajamento de pessoas, a injeção de capital financeiro e demais elementos que somente uma aceleradora pode oferecer, a empresa avançará ao longo do tempo até se tornar uma scale-up e permanecer nessa posição como um case de sucesso.

Sonhe grande

Por último (mas não menos importante) para se tornar uma scale-up é preciso sonhar grande e ter persistência. Se Jeff Bezos não tivesse sonhos inimagináveis e fosse persistente em alcançar seus objetivos, certamente, jamais teria chegado onde chegou com a Amazon.

Mas não precisamos ir tão longe para entendermos a importância de sonhar grande, ter persistência e valorizar as pessoas para se tornar uma scale-up. O Brasil também tem sua participação nessa história com muitas empresas, mas não poderíamos deixar de citar Luiza Helena Trajano, e o quanto sua dedicação como empreendedora visionária foi fundamental para transformar a Magazine Luiza em uma scale-up.

E você, está pronto para iniciar a jornada de transformar a sua empresa em mais um case de sucesso brasileiro? Não esqueça de contar com os serviços da Allo Consultoria Empresarial para te ajudar nesse caminho! Entre em contato conosco e descubra como nossos especialistas podem te ajudar.

Rafael Lima

Autor Rafael Lima

Administrador, atuação com foco em gestão, planejamento e finanças — CRA-RJ 20-88222. Fascinado pelo mundo empresarial, finanças e economia. Redator e produtor de conteúdo web da Allo Consultoria Empresarial.

Mais artigos de Rafael Lima

Deixe o seu comentário