Allo Consultoria - Ponto de Equilíbrio

Nos nossos artigos já falamos do quanto é importante manter um bom fluxo de caixa e a disponibilidade de capital de giro para manter a saúde financeira da sua empresa. Mas você já parou para analisar se ela atingiu o ponto de equilíbrio? Esse termo pode ser autoexplicativo, no entanto, envolve alguns elementos que são de relevância para os gestores tomarem suas decisões de maneira efetiva.

Neste artigo você vai saber mais sobre o que é o ponto de equilíbrio e como calcular cada uma das suas variações. Certamente, este conteúdo da Allo Consultoria Empresarial será de grande relevância para o seu negócio, principalmente, no que aborda as questões de alcançar uma gestão financeira de qualidade.

Imagem de capa: Freepik

O que é o ponto de equilíbrio?

O ponto de equilíbrio, também conhecido como break-even point, é o nível em que as receitas se igualam aos custos, onde não haverá sobras, ou seja, o lucro é igual a zero. Para ficar mais simples de entender, imagine uma balança onde há duas medidas; de um lado estão as receitas, do outro, os custos. Nesse processo, haverá incrementos de receitas que tentam equalizar os dois lados da balança, chegando a um ponto neutro.

Assim, a partir desse ponto neutro (zero), tudo o que for vendido vai gerar lucros. Mas é necessário que o valor de venda seja superior aos gastos, ou seja, apresentar margem de contribuição positiva. Vale ressaltar que o conceito do ponto de equilíbrio é aplicável tanto para empresas de prestação de serviços, quanto para as de produção e comercialização de bens de consumo.

três tipos de ponto de equilíbrio, que veremos logo abaixo:

  • Ponto de equilíbrio contábil — é a quantidade de equilíbrio que equaliza as receitas com os gastos (custos e despesas);
  • Ponto de equilíbrio econômico — é a quantidade que equilibra a receita total com os gastos, acrescida da remuneração sobre o capital investido (custo de oportunidade);
  • Ponto de equilíbrio financeiro — é a quantidade que equilibra a receita total com os custos e despesas que representam desembolso financeiro para a empresa.

Quer saber mais sobre custo de oportunidade e Taxa Mínima de Atratividade — TMA? Então leia este outro artigo: Aprenda como fazer a análise de viabilidade econômica de projetos.

Como calcular o ponto de equilíbrio?

Agora que você já sabe o que é o ponto de equilíbrio e os seus três tipos, chegou o momento de saber como calcular cada um. Isso vai te proporcionar um conhecimento prático que deve ser aplicado na sua empresa.

Começaremos pelo ponto de equilíbrio contábil, onde você deverá aplicar a seguinte fórmula:

Allo Consultoria - Ponto de Equilíbrio Contábil

Vejamos um exemplo para ficar mais fácil a compreensão do funcionamento da fórmula do ponto de equilíbrio contábil:

Uma empresa apresenta os seguintes dados:

Preço unitárioR$0,50
Gasto variável de cada itemR$0,40
  
Gastos fixos mensais 
AluguelR$1.000
SaláriosR$4.500
Outros gastos fixosR$500
Total dos gastos fixosR$6.000

Com base nos dados apresentados, aplicamos a fórmula:

Allo Consultoria - Ponto de Equilíbrio Contábil

Nesse caso, o ponto de equilíbrio contábil é de 60 mil unidades que, multiplicando pelo valor unitário teremos a receita no ponto de equilíbrio. Veja abaixo:

Receita de equilíbrio = 60.000 x R$0,50

Receita de equilíbrio = R$30.000

Para o ponto de equilíbrio econômico deve ser aplicada a seguinte fórmula, que leva em consideração o custo de oportunidade:

Allo Consultoria - Ponto de Equilíbrio Econômico

Vejamos um exemplo de como aplicar o PEE de acordo com a fórmula acima. Considere os dados:

Preço unitárioR$15
Gasto variável de cada itemR$10
Gastos fixos mensaisR$100
Capital empregado pela empresaR$400
Taxa de juros do mercado15%
Custo de oportunidade (Capital da empresa x Taxa de juros do mercado)R$400 x 15% = R$60

Aplicando a fórmula, teremos:

Allo Consultoria - Ponto de Equilíbrio Econômico

Nesse exemplo o ponto de equilíbrio econômico é de 32 unidades. Podemos, ainda, calcular a receita no ponto de equilíbrio:

Receita de equilíbrio = 32 x R$15

Receita de equilíbrio = R$480

Por último, veremos como proceder o cálculo do ponto de equilíbrio financeiro, onde é considerada a depreciação. Para isso, deve ser aplicada a seguinte fórmula:

Allo Consultoria - Ponto de Equilíbrio Financeiro

Considere os dados abaixo para a aplicação da fórmula:

Preço unitárioR$15
Gasto variável de cada itemR$10
Gastos fixos mensaisR$100
Encargo de depreciaçãoR$20

Ao lançar os números da fórmula, teremos:

Allo Consultoria - Ponto de Equilíbrio Financeiro

Para saber a receita no ponto de equilíbrio, basta proceder como nos exemplos anteriores:

Receita de equilíbrio = 16 x R$15

Receita de equilíbrio = R$240

Por que utilizar o ponto de equilíbrio?

Com a aplicação de cálculos simples (como você percebeu nos exemplos acima), identificar o ponto de equilíbrio de um produto, área produtiva ou da empresa em sua totalidade é fundamental para ajudar no planejamento estratégico e financeiro.

Ao conhecer o ponto de equilíbrio será possível orientar as estratégias de gestão de custos, metas de vendas e planejamento da margem de segurança, ou seja, as vendas que excedem ao ponto de equilíbrio. Além disso, saber calcular corretamente esse indicador é fundamental para a atividade de formação dos preços, onde deverá ser mantido os níveis ao ponto que as receitas cubram os gastos, mantendo a saúde financeira do empreendimento.

O ponto de equilíbrio não deve ser calculado uma única vez, mas precisa ser continuamente monitorado, afinal, envolve elementos que são voláteis ao longo do tempo, resultado das interferências do ambiente externo, principalmente, os elementos macroeconômicos.

Não deixe de aplicar na sua empresa o que aprendeu nesse artigo! E se tiver alguma dúvida, conte com o apoio da Allo Consultoria Empresarial! Disponibilizamos o serviço completo de assessoria financeira de acordo com as necessidades do seu negócio.

Rafael Lima

Autor Rafael Lima

Administrador, atuação com foco em gestão, planejamento e finanças — CRA-RJ 20-88222. Fascinado pelo mundo empresarial, finanças e economia. Redator e produtor de conteúdo web da Allo Consultoria Empresarial.

Mais artigos de Rafael Lima

Deixe o seu comentário