Allo Consultoria - Jurídico 4.0

Imagem de capa: rawpixel.com / Freepik

Inovar e gerar novas soluções — esses são alguns dos muitos objetivos que os avanços tecnológicos buscam por meio do investimento em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), fruto da evolução da Transformação Digital (TD). Mesmo as áreas mais tradicionais vêm passando por impactos pelo que é conhecida como a 4ª revolução industrial e tecnológica. Tal cenário tem se apresentado, inclusive, com a influência da tecnologia no Direito.

Mesmo sendo uma das áreas mais antigas de toda a humanidade, a Justiça não teria como se manter em um ambiente de transformações sem que tais impactos a afetasse. Essa realidade é tão presente que já se fala no que é conhecido como jurídico 4.0 (ou advocacia 4.0), em que a referida 4ª revolução tecnológica tem gerado impactos nessa área que rege toda a sua atividade.

A Allo Consultoria Empresarial, uma das referências em assessoria jurídica consultiva, não poderia deixar de abordar um tema que é de grande relevância para todos os profissionais do Direito, tendo em vista que as mudanças serão inevitáveis. Neste artigo você encontrará as principais informações que te levarão a perceber a influência da tecnologia no segmento jurídico e a necessidade da atualização dos profissionais da área.

A expansão do mercado

Um dos grandes desafios atualmente é o processo de mudança da visão tradicionalista que os advogados e demais profissionais da área jurídica têm sobre o segmento em que atuam. Tal percepção de que as coisas pararam no tempo pode representar sérios riscos para a expansão do mercado, além de reduzir a qualidade nas parcerias de negócios e a prestação dos serviços.

Gradualmente a tecnologia tem mudado essa percepção e perspectiva, ajudando a conectar profissionais e clientes, principalmente, no que se refere ao B2B — Business-to-business. Um bom exemplo disso é a implantação do marketplace com foco no Direito, onde haverá uma sinergia constante entre advogados, correspondentes, escritórios de advocacia e o mercado demandante de assessoria jurídica.

Assim, a tecnologia tem influenciado o Direito, indo além da simples adoção de um software jurídico, onde passa a englobar toda uma plataforma de gestão do conhecimento, planejamento estratégico, suporte comercial, que em consequência, tem fomentado a expansão do mercado.

Allo Consultoria - Expansão do mercado do Direito

Modelos de automação

Com o uso da IA (Inteligência Artificial) e de redes neurais, o que impulsiona o machine learning (aprendizado de máquina) se estabelece o que é denominado como modelos de automação.

Nesses modelos é possível automatizar tarefas de baixa a média complexidade como, por exemplo, a busca de jurisprudência, a análise de contratos e demais atividades que consomem tempo e outros recursos de valor para o setor jurídico de uma empresa, ou do advogado que atua como profissional liberal.

Como resultado desses modelos de automação será possível ter otimização do tempo e demais recursos (físicos, financeiros e humanos), o que permite que os advogados e demais profissionais da área jurídica possam se concentrar em novos estudos e elaborarem estratégias mais eficientes.

O uso da IA no Direito tem caminhado a passos tão largos que essa tecnologia tem ajudado grandes corporações (que apresentam altos volumes de processos) na elaboração de petições. Com base em uma árvore de decisões, cenários possíveis e trâmites anteriores, a plataforma pode analisar todas as variáveis e elaborar uma petição consistente em poucos minutos ou segundos.

Allo Consultoria - Modelos de automação

Lawtech — o surgimento de um novo mercado

As startups têm ganhando notoriedade ao gerar inovação com base na Transformação Digital, podendo chegar ao ponto da disrupção, criando um novo mercado. Podemos citar como exemplo as Fintechs, startups com foco em soluções financeiras. No entanto, pouco se imaginava que tal processo de criação de valor agregado pudesse chegar ao segmento jurídico, dado o seu estilo conservador e, muitas vezes, avesso a adoção de novas tecnologias.

Essa barreira tem sido vencida e, inclusive, um novo mercado de startups começa a surgir em todo o mundo — as Lawtechs. Esse nicho busca um desenvolvimento tecnológico acelerado com alto nível de inovação para o setor jurídico.

Assim, surgem novas plataformas que otimizam o trabalho dos advogados, que deixam de se preocupar exclusivamente com atividades burocráticas e passam a ter melhor aproveitamento do tempo para se dedicarem às funções estratégicas.

Com o emprego da Inteligência Artificial, as Lawtechs também desenvolvem soluções para a área de contencioso, que passa a contar com poderosas ferramentas que ajudam na resolução de conflitos de maneira mais rápida e consumindo menos recursos financeiros da empresa.

Os novos rumos da profissão de advogado

Com base nessa nova realidade talvez você esteja se perguntando: será que a profissão de advogado está com os dias contados? A resposta e: não. No entanto, o advogado passa a ter uma nova missão no mercado, onde deve adotar outra maneira de se posicionar, deixando de lado uma perspectiva tradicionalista. Isso requer adaptação aos novos moldes, onde o uso da tecnologia, Inteligência Artificial e automação passam a incorporar a sua rotina de trabalho.

Os profissionais devem desenvolver novas habilidades e competências com foco em inovação e bom aproveitamento da tecnologia. O novo perfil do advogado é capaz de desenvolver o raciocínio lógico para criar soluções que contribuam para a promoção e melhoria do jurídico 4.0.

Outro ponto que esse profissional precisa para se adequar é se especializar para conseguir atender as novas demandas judiciais, como o Direito Digital, que envolve a proteção de dados, transações com criptomoedas, blockchain para certificação de documentos, perícias computacionais e demais temas relacionados à tecnologia e propriedade intelectual.

O fato é que as mudanças no Direito, que são fruto do avanço da tecnologia, é um caminho sem volta, onde a principal tendência é a evolução e o aprimoramento das plataformas, cujo foco é a otimização das atividades, possibilitando que o advogado tenha mais tempo para se dedicar às atividades de maior complexidade e no atendimento das demandas dos seus clientes. Tenha em mente que desenvolver as habilidades para o jurídico 4.0 não é mais uma opção, e sim uma necessidade para a gestão de negócios efetiva.

Pronto para levar o setor jurídico da sua empresa ao próximo nível? Conte com o know-how da Allo Consultoria Empresarial. Somos referência em criar soluções para cada necessidade. Entre em contato conosco e solicite a análise por um dos nossos consultores! Nos siga no LinkedIn, Instagram e Facebook para estar sempre informado sobre nossas novidades!

Rafael Lima

Autor Rafael Lima

Administrador, atuação com foco em gestão, planejamento e finanças — CRA-RJ 20-88222. Fascinado pelo mundo empresarial, finanças e economia. Redator e produtor de conteúdo web da Allo Consultoria Empresarial.

Mais artigos de Rafael Lima

Deixe o seu comentário