Allo Consultoria - Modelo de Excelência da Gestão (MEG)

Na busca de ser sustentável e competitiva, as empresas adotam medidas que otimizem as suas operações e a forma em que é gerenciado todo o seu ecossistema. Nesse sentido, foi desenvolvido o MEG — Modelo de Excelência da Gestão, baseado na experiência, conhecimento e pesquisas por especialistas do Brasil e do exterior.

Mas você já ouviu falar nesse modelo de gestão que pode ser a base do sucesso de muitas empresas, inclusive, a sua? Para te levar nesse mundo de descoberta e análises, nós da Allo Consultoria Empresarial iremos abordar neste artigo os principais tópicos e aspectos sobre o MEG. Então, continue esta leitura e saiba mais sobre esse tema de grande importância para todos os empreendedores e gestores!

Imagem de capa: user18526052 / Freepik

O que é o Modelo de Excelência da Gestão (MEG)?

Criado em 1991 pela FNQ — Fundação Nacional da Qualidade, o MEG pode ser definido como um conjunto de abordagens e elementos que tem por objetivo tornar as empresas sustentáveis, com cooperação em todas as suas áreas, além de ser capaz de gerar benefícios para a sociedade em que está inserida e demais envolvidos.

É composto por oito fundamentos, os quais servem de base para uma análise abrangente e, posteriormente, a aplicação da ferramenta mais adequada a cada situação.

Veja a figura abaixo para conhecer esses fundamentos:

Allo Consultoria - Modelo de Excelência da Gestão (MEG)
Representação gráfica do MEG, baseada no Tangram (quebra-cabeça de sete peças de origem chinesa)

Assim, podemos fazer uma breve abordagem sobre cada um:

  • Pensamento sistêmico — aborda a interdependência das partes que compõe a organização, bem como os efeitos gerados por essa conexão entre os seus elementos;
  • Compromisso com as partes interessadas — diz respeito aos acordos entre as partes envolvidas e interessadas, cumprimento dos requisitos, acordos e a perspectiva de geração de valor no médio e longo prazo;
  • Aprendizado organizacional e inovação — trata do desenvolvimento do conhecimento e aprendizado da organização em prol do seu crescimento e alcance de patamares cada vez mais elevados. Além disso, tem em sua estrutura o pensamento de inovação e compartilhamento do conhecimento. Essas atividades têm como um dos seus pilares a sustentabilidade;
  • Adaptabilidade — é a forma em que as organizações buscam se mobilizarem para a adaptação das mudanças impostas pelo mercado, demonstrando sua flexibilidade e capacidade de agir em tempo hábil;
  • Liderança transformadora — trata da influência das lideranças, os valores organizacionais, o comprometimento, a capacidade de inspirar e motivar pessoas e o estímulo à excelência. Lideranças transformadoras são capazes de levar as organizações aos níveis mais elevados no médio e longo prazo;
  • Desenvolvimento sustentável — toda organização deve ter em seus alicerces os fundamentos econômico-financeiro, responsabilidade ambiental e social. Ao assumir o compromisso com esses três pilares a empresa passa a tê-los como direcionadores em suas decisões estratégicas e condução das suas atividades;
  • Orientação por processos — é a visualização da organização como um conjunto de processos que, ordenados, devem gerar resultados consistentes. Por isso, é fundamental o seu entendimento em totalidade, ou seja, em todas as áreas do negócio. O seu principal foco é a busca da efetividade (eficiência e eficácia);
  • Geração de valor — a geração de valor é o somatório de todos os esforços organizacionais citados anteriormente, onde o seu principal objetivo é gerar e agregar valor (econômico, ambiental e social) ao público de interesse (acionistas, colaboradores, clientes e sociedade).

É inegável que os fundamentos do MEG criam um ecossistema que abrange toda a organização e, além disso, sua estrutura permite a definição de vários ordenamentos, podendo formar soluções distintas e aplicáveis a cada necessidade pontual e/ou abrangente da organização.

Quais os benefícios do MEG?

Agora que você já conhece o MEG e sabe quais são seus fundamentos, o que acha de conhecer alguns dos benefícios que a sua organização pode usufruir ao adotar esse modelo de gestão?

  • Estimula a sustentabilidade;
  • Torna a sua organização mais competitiva;
  • O seu negócio passa a ser um referencial no mercado;
  • Promove o aprendizado organizacional e a melhoria contínua;
  • Desenvolve líderes mais preparados;
  • Ajuda a mensurar resultados com maior clareza;
  • Cria um negócio com foco na geração de benefícios para todos os envolvidos;
  • Integração e alinhamento sistêmico;
  • Cria a cultura da excelência;
  • Avaliação como ferramenta para melhoria da gestão;
  • Ajuda a mensurar o grau de maturidade da gestão e da organização.

Vale ressaltar que a sua aplicação é viável para todo segmento empresarial, independente do seu porte. Cada organização tem o seu “próprio DNA”, o que faz do MEG uma excelente ferramenta de gestão devido ao seu alto nível de flexibilidade.

Pronto para incorporar essa ferramenta na gestão do seu negócio? A Allo Consultoria Empresarial pode te ajudar nesse processo! Solicite agora mesmo uma análise completa da sua empresa e receba a orientação do nosso time de especialistas.

Rafael Lima

Autor Rafael Lima

Administrador, atuação com foco em gestão, planejamento e finanças — CRA-RJ 20-88222. Fascinado pelo mundo empresarial, finanças e economia. Redator e produtor de conteúdo web da Allo Consultoria Empresarial.

Mais artigos de Rafael Lima

Deixe o seu comentário